Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Investimentos no esporte geram oportunidades para novos talentos em Parauapebas

  • Acessos: 145
imagem sem descrição.

Campeonatos e escolinhas esportivas da Semel são vitrines para atletas apresentarem e desenvolverem seus talentos 

O esporte no município de Parauapebas comemora avanços e conquistas no primeiro semestre de 2021, mesmo diante dos desafios impostos pela pandemia. Eventos esportivos apoiados pela Prefeitura de Parauapebas, por meio da Secretaria Municipal de Esporte e Lazer (Semel), e convênios com instituições que promovem o esporte geram oportunidades para crianças, adolescentes e jovens.

 

Entre maio e julho foram realizados cerca de 16 eventos esportivos, entre eles o 14º Copão Municipal de Futsal, com a participação de 72 equipes, e a 1ª Copa Xikrin do Kateté de Futebol Indígena, evento inédito que contou com a participação de 31 times das aldeias indígenas, inclusive equipes femininas. Dois indígenas se destacaram e estão participando de seletiva para o Parauapebas Futebol Clube (PFC).

 

O evento foi realizado em uma parceria da Semel com o Departamento de Relações Indígenas (DRI) da prefeitura e levou até às 13 aldeias Xikrins a cultura esportiva e mais integração dos povos indígenas em campeonatos locais.

 

Buscamos a inclusão das modalidades femininas, nunca a mulher foi tão bem representada no esporte. Também inovamos e focamos na inclusão com a realização da 1ª Copa Xikrin do Kateté. Nossa equipe da Semel está de parabéns, queremos uma secretaria cada vez mais inclusiva, declarou o gestor da Semel, Leandro Gambeta.

 

O Campeonato de BMX Freestyle, realizado pela Associação Uercap, e o 1º Encontro de Wheeling Moto Show, realizado na zona rural no fim do mês passado, receberam apoio da Semel, assim como eventos de tênis de mesa e outros torneios de futsal.

 

Em parceria com a Federação de Futsal do Pará (Fefuspa), a Semel colaborou com a 1ª Copa Carajás de Futsal, competição que movimentou a região e promoveu a integração de times profissionais das cidades de Canaã dos Carajás, Eldorado dos Carajás e Parauapebas.

 

“Parauapebas pode sentir orgulho, temos ótimos atletas, inclusive de alto nível como o Thiego Marques, que foi aluno da escolinha da Semel e hoje é atleta da Seleção Brasileira Paralímpica de Judô e vai competir no próximo mês em Tóquio no Japão”, pontuou o vereador Francisco Eloécio, que integra a comissão de esportes na Câmara de Municipal de Vereadores.

 

Atividades para o segundo semestre

 

Além do apoio aos campeonatos que serão realizados no segundo semestre, a Semel trabalha para retornar com as atividades das escolinhas que atendem crianças e adolescentes em polos da zona urbana e rural, com pelo menos 11 modalidades esportivas.

 

 

As atividades estão suspensas desde março de 2020, em função da pandemia. As matrículas foram iniciadas recentemente, com previsão de retomada das atividades presenciais para este segundo semestre.

 

Vamos abrir o segundo ciclo de cadastramento para as escolinhas da Semel no retorno do recesso administrativo. Nos polos da zona urbana vamos manter o que já temos, com algumas adequações e melhorias, mas na zona rural vamos inovar com novas modalidades”, explicou Leandro.

 

Onde a Semel não consegue chegar, as Organizações da Sociedade Civil (OSC) têm feito um trabalho importante em parceria com o governo municipal. Oito entidades já assinaram o Termo de Fomento, que é um convênio com o governo municipal. Outras 13 entidades devem assinar na volta do recesso. Esse é um investimento fundamental para ampliar o acesso ao esporte, reforçou o gestor. 

 

Texto: Cleidi Rodrigues (Semel)/ com edição de Karine Gomes (Ascom)

Fotos: Arquivo Ascom/Semel

Assessoria de Comunicação/PMP

 

GALERIA DE IMAGENS
registrado em:
Fim do conteúdo da página