Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Alunos de Parauapebas participam do Projeto Expedição Liberal

  • Acessos: 300
imagem sem descrição.

Durante esta semana, 34 alunos (do 6º ao 9º ano) de 17 escolas da rede municipal de ensino de Parauapebas estão participando de um curso on-line de produção audiovisual do Projeto Expedição Liberal, realizado pelo grupo O Liberal com o apoio da Vale e da Prefeitura de Parauapebas. O projeto visa fomentar a criação de conteúdo audiovisual por jovens do interior do estado, evidenciando as belezas da Amazônia, a realidade do povo da floresta, pontos turísticos, eventos culturais e locais históricos.

De acordo com idealizador do programa, Alexandre Gibson, o “Expedição Liberal” está dividido em etapas, que inclui desde a participação em curso on-line, oficinas presenciais, até a produção de mini-docs, pelos alunos finalistas. “a primeira etapa inclui aulas on-line, depois desenvolveremos um trabalho para selecionar os cinco finalistas, que participarão das aulas presenciais e monitoria, e por último, será feito um vídeo de uma das cinco histórias”, conclui Alexandre.
Vale destacar que, quatro munícipios foram escolhidos para esta primeira etapa do projeto: Bragança, Parauapebas, Soure e Altamira. Sendo que todo o processo será acompanhado pela equipe de filmagem do "O Liberal". Ao final serão produzidos quatro vídeos sobre cada cidade. O primeiro sobre a região, o segundo sobre os alunos que participaram do projeto, o terceiro um making off e o quarto o vídeo produzido pelos alunos. Todos serão exibidos em oliberal.com e publicados em uma revista.
Gibson menciona ainda que o projeto foi pensado também com o intuito de ajudar a desenvolver criadores de conteúdos em várias regiões do estado “para que estes jovens consigam contar a história de sua própria região, da sua comunidade; valorizando suas origens e o local em que vivem”.

Gabrielly Rocha Santos, aluna do 8º ano da escola Plácido de Castro está participando da primeira etapa do projeto. Para ela, o curso veio justamente para aprimorar seus conhecimentos. “O curso é bem legal, eu já gosto de edição e produção, por isso estou aproveitando muito”, conta a estudante, que já está desenvolvendo seu projeto de produção voltado para o Parque Zoobotânico de Carajás e que anseia por participar da próxima etapa.
Ao final das oficinas, todo os materiais utilizados: kits de gravação e notebooks serão disponibilizados para a Secretaria Municipal de Educação (Semed).

Confira a relação das escolas que possuem alunos inclusos no projeto:Carlos Drummond de Andrade, Carlos Henrique, Cecilia Meireles, Chico Mendes, Domingos Cardoso , Dorothy Stang, Eduardo Angelim, Eurides Santana, Fernando Pessoa, João Prudêncio de Brito, Josias Leão, Novo Horizonte, Nelson Mandela, Paulo Fonteles de Lima, Paulo Freire, Plácido de Castro e Terezinha de Jesus.

 

Texto: Messania Cardoso/Semed

Fotos: Lucas/Semed

 

GALERIA DE IMAGENS
registrado em:
Fim do conteúdo da página