Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Atendimento a 22 pacientes marca o primeiro dia do Hospital de Campanha de Parauapebas

  • Acessos: 661

O Hospital de Campanha recebe pacientes encaminhados por médicos da UPA e do Pronto Socorro Municipal

 

Inaugurado nesta terça-feira, 19, para reforçar a rede pública de saúde, em Parauapebas, durante a pandemia do novo coronavírus, o Hospital de Campanha (HC) recebeu 22 pacientes em seu primeiro dia de funcionamento. Antes de iniciar os trabalhos, os profissionais participaram de um encontro geral de alinhamento.

“Começamos as atividades no HC alinhando os fluxos de admissão dos pacientes e os protocolos de atendimentos de toda a equipe multidisciplinar. Tivemos a participação dos consultores do Hospital Albert Einstein para troca de experiências e definição de estratégias que conduzem a excelência dos trabalhos”, detalha David Dias, diretor-geral do HC Parauapebas.

A maior parte dos pacientes recebidos foi encaminhada pela UPA. “Até o início da tarde desta quarta-feira, 20, recebemos 25 pacientes, sendo 24 provenientes da Unidade de Pronto Atendimento e um do Hospital Geral de Parauapebas, após alta da Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Desejamos que os pacientes possam, em breve, retomar o convívio familiar”, acrescentou David.

Nhirly Brito, diretora de Regulação da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) e presidente do Comitê Municipal da Covid-19, explica o fluxo de atendimento, “o nosso hospital de campanha não é porta aberta, a população não deve procurá-lo. Os pacientes atendidos lá são aqueles encaminhados pelos médicos da UPA ou do Pronto Socorro para internação, por meio do sistema de regulação. Se o paciente apresentar quadro indicativo de UTI, será encaminhado direto para o HGP”.

“Todos os profissionais da nossa rede de atendimento em saúde estão preparados para receber os pacientes com Covid-19 ou com a suspeita da doença. Nossa recomendação é para que os casos com sintomas mais leves procurem das Unidades Básicas de Saúde (UBSs), já quem apresentar sintomas mais complicados deve procurar a UPA ou o Pronto Socorro Municipal”, acrescenta Nhirly.

Sobre o Hospital de Campanha (HC) de Parauapebas

O HC iniciou com 32 leitos que serão ampliados de acordo com a demanda, até chegar à sua capacidade total de 100 leitos. O investimento é fruto de mais uma parceria entre a Prefeitura e a Vale. O gerenciamento do hospital é por conta do Instituto Acqua, que conta com o apoio de consultores do Instituto Albert Eistein.

 

Texto: Karine Gomes

Fotos: Instituto Acqua

Assessoria de Comunicação/PMP

registrado em:
Fim do conteúdo da página