Simulado de deslizamento treina equipes e orienta comunidade para enfrentamento a desastres

publicado: 07/11/2021 14h25

A Prefeitura de Parauapebas  está na  fase final de implantação do Plano de Contingência do município (Plancon), um documento de planejamento e preparação para ações de resposta a desastres, sejam eles de origem natural ou tecnológica.

Um exercício simulado de deslizamento de terra, que corresponde à etapa final para efetivação Plancon, foi realizado na área denominada “Morro do Macaco”, bairro Liberdade I, no último sábado, 06. Os moradores da localidade mapeada e monitorada pela Coordenadoria Municipal de Defesa Civil (Comdec) puderam participar ativamente do treinamento para ações de respostas a situações de emergência.

Durante o treinamento, as equipes trabalharam na evacuação da área, triagem e avaliação das vítimas, além do transporte das famílias desalojadas para a área de abrigo, instalada na Escola Municipal de Ensino Fundamental Eduardo Angelim. Para maior aproximação da realidade, voluntários se caracterizaram de feridos para a simulação de resgate e atendimento que se estendeu até o Hospital Geral de Parauapebas (HGP). 

A colaboração dos moradores em todas as etapas foi fundamental para a realização do exercício simulado. O coordenador municipal de Defesa Civil, Jailson Souza, destaca que a boa aceitação da população em participar das etapas do processo garantem a efetividade do Plancon: “Não basta apenas treinarmos nossas equipes se a comunidade, que será resgatada na área afetada não aderir ao projeto. Só temos a agradecer a essas mais de 60 pessoas, dentre elas idosos e crianças, que participaram”.

A moradora Ozélia da Conceição Monteiro, relata que as equipes estiveram no local para explicar todas as etapas do simulado, garantindo assim a participação da comunidade. “Moro aqui neste local há oite anos e me sinto mais segura sabendo que as equipes estão prontas para nos socorrer em qualquer emergência”, conta.

O Plancon  é desenvolvido pela Secretaria Municipal de Segurança Institucional e Defesa do Cidadão (Semsi) e  estabelece ações coordenadas e integradas entre vários órgãos e a comunidade para salvar vidas e minimizar danos e prejuízos materiais. O simulado de deslizamento foi planejado e executado de maneira conjunta, onde vários órgãos essenciais no enfrentamento a desastres estiveram envolvidos, atuando de forma coordenada para garantir mais eficiência na prestação de serviço.

O gestor da Semsi, Denis Assunção, destaca o comprometimento das equipes em  todas as fases de elaboração do Plancon. “Esta atividade é fundamental para que possamos agir da forma correta, caso ocorra um desastre natural no município. Estamos avançando de forma integrada entre as equipes para prevenir desastres e salvar vidas”, enfatiza.

Além dos órgãos que compõem a Semsi: Defesa Civil, Guarda Municipal, Departamento Municipal de Trânsito e Transporte (DMTT), Centro de Controle e Operações (CCO), também participaram equipes da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), Corpo de Bombeiros, Defesa Civil Estadual, Polícia Militar, Centro de Perícias Renato Chaves, demais secretarias de governo e voluntários.

 

Texto: Édila Nunes e Joice Lima (Ascom/Semsi)

Fotos: Irisvelton Silva, Leila Silva e Orion Lima

Assessoria de Comunicação/PMP