news subheader Notícias

Jornalista ASCOM - Hanny Amoras

Jornalista ASCOM - Hanny Amoras

AÇÃO FIRMA CIDADANIA ÀS FAMÍLIAS AFETADAS PELAS INUNDAÇÕES EM PARAUAPEBAS
18 Mai 2018

A tenda em frente à Escola João Prudêncio, no bairro Primavera, na manhã de quinta-feira, 17, sinalizava a Ação em Resposta à População das Áreas Afetadas pelas Inundações, realizada pela Coordenadoria Municipal de Defesa Civil (Comdec), em parceria com a Defensoria Pública do Estado do Pará e as secretarias municipais de Segurança Institucional (Semsi), Saúde (Semsa) e Assistência Social (Semas).

“Conheço muitas pessoas que, assim como eu, perderam os documentos durante as cheias do rio. A gente precisava retirar os documentos, mas sem condições para pagar a segunda via ou as fotos 3X4. As águas carregaram tudo, mas a Defesa Civil tem nos amparado. Recebi cestas básicas, roupas, fui incluída no aluguel social e, agora, tenho a oportunidade de tirar minha carteira de identidade”, relatou a dona de casa Regina Souza, que morava nas palafitas, ficou desabrigada e aproveitou a oportunidade para fazer um novo documento.

Quem também correu para tirar a segunda via do Registro Geral (RG) foi a dona de casa Domingas da Silva. “Fiquei sabendo da ação e corri pra cá. Fui muito bem atendida e não precisei pagar nada. Foi ótimo”, disse ela, sem esconder o contentamento.

As pessoas que buscavam por atendimento contavam com informações do Cadastro Único, podiam preencher o formulário para a solicitação da Carteira do Idoso, atualizar as vacinas, aferir a pressão arterial, retirar fotos 3X4, fazer o serviço de pesagem do Programa Bolsa Família, enquanto as crianças contavam com um espaço para recreação, serviço de foto 3X4, além da retirada de documentos como carteira de identidade e certidão de nascimento.

Outros documentos emitidos foram certidão de casamento e óbito e reconhecimento de paternidade e houve orientações jurídicas. “É muito importante resgatar a cidadania destas famílias, pois é por meio dos documentos que elas têm acesso aos programas sociais e demais serviços”, observou a coordenadora responsável pelo Balcão de Direitos da Defensoria, em Parauapebas, Vilma Araújo.

A Ação em Resposta ocorre nos bairros mais afetados pelas inundações, segundo o coordenador da Comdec, Jales dos Santos. “Começamos pelo bairro Primavera para atender as famílias desta localidade, do Riacho Doce e parte do bairro União. No dia 18, vamos prestar atendimento à comunidade do Liberdade II e II, na Escola Jean Piaget, e no sábado, 19, atenderemos a população do complexo VS10, na Escola Mário Lago. É essencial que as famílias compareçam aos locais indicados, das 8 às 14 horas”, convocou o coordenador.


Texto: Sara Nascimento | Semsi
Fotos: Piedade Ferreira
Assessoria de Comunicação - Ascom | PMP


XVI SEMANA DE ENFERMAGEM DE PARAUAPEBAS LOTA AUDITÓRIO DO CEUP
18 Mai 2018

Palestras, apresentações culturais, mesa redonda e troca de experiências marcaram a XVI Semana de Enfermagem de Parauapebas iniciada na última terça-feira, 15, e encerrada hoje, 18, no Centro Universitário de Parauapebas (Ceup).

Com o tema “A Centralidade da Enfermagem nas Dimensões do Cuidar”, o evento foi promovido pelo Sindicato dos Enfermeiros do Estado do Pará (Senpa) e da Associação de Enfermagem de Parauapebas (AEP), com o apoio da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa).

Ao falar sobre a importância dos profissionais de saúde, o secretário municipal de Saúde, José das Dores Couto, disse que a classe de enfermeiros de Parauapebas tem avançado muito nesses últimos tempos no cuidado com a saúde da população. “Os profissionais de saúde da cidade estão de parabéns pelo trabalho que vem desenvolvendo, mesmo assim temos que avançar muito mais em nossa luta diária em nosso trabalho”, observou Coutinho.

A presidente da Senpa e da AEP, Leonice de Oliveira, explicou que a Semana de Enfermagem, que é realizada anualmente, tem a finalidade de estimular o exercício da cidadania dos estudantes e profissionais da enfermagem. “Sendo assim, durante a semana, compartilharemos conhecimento e promoveremos debates para aprimorar a qualidade do cuidado no campo da enfermagem, sempre melhorando a qualidade dos nossos serviços prestados aos pacientes e usuários, tanto da rede pública quanto da privada”, explicou ela.


Texto: Janaina Ravanelli | Semsa
Fotos: Luciano Silva | Semsa
Assessoria de Comunicação - Ascom | PMP

NOVOS CONDUTORES DE TRILHAS PODEM SUPRIR DÉFICIT DE PROFISSIONAIS NO SETOR
18 Mai 2018

 

Aulas começaram na segunda-feira, 14, e seguem até 31 deste mês

Os alunos do 2º Curso de Trilhas e Caminhadas realizado em Parauapebas iniciaram o I módulo na segunda-feira, 14. Eles estão alojados na Floresta Nacional de Carajás (Projeto Igarapé Bahia) e recebem capacitação nos períodos matutino, vespertino e noturno. A primeira parte do curso será encerrada no sábado, 19, e promete muito conhecimento e também muita aventura na exploração de trilhas e da cachoeira de Águas Claras.

Os alunos estão com grande expectativa para o curso. “Meu objetivo é levar as pessoas a conhecerem, a terem esse contato com a natureza. A gente tem uma estrutura muito grande, apoio de vários órgãos e entidades. Vai ser um curso gratificante pra todos”, antecipa o biólogo Tiago Cordeiro. “É uma excelente oportunidade de conhecimento. Achei (o curso) muito atrativo. É uma oportunidade única e eu sou muito grata”, ressalta Lidiane Rocha, técnica em meio ambiente.

A primeira aula foi ministrada pelo chefe da Floresta Nacional de Carajás, Marcel Régis. Ele falou sobre o programa de uso público da Flona Carajás (ICMBio/Semma). Um dos pontos destacados foi o nível de responsabilidade que é ser condutor de visitantes dentro da unidade de conservação no momento em que o município discute a geração de emprego e renda por meio de outras matrizes econômicas, que não seja apenas a mineração.

“A gente entende que Parauapebas tem um potencial muito grande para ecoturismo. Esse pessoal tem condição de suprir uma demanda por conhecer esses atrativos naturais da Floresta Nacional de Carajás, do Parque Nacional dos Campos Ferruginosos e das demais unidades de conservação do Mosaico de Carajás”, avaliou Marcel Regis.

Ainda no primeiro dia, a turismóloga e guia de turismo cadastrada pela Embratur, Nara Elisa, ministrou a palestra com o tema Turismo. “Quando tu recebes o turista, o visitante, tu tens que fazer sempre o melhor, e o melhor na verdade é suprir as expectativas deles. Para o visitante, tudo tem que estar perfeito. A turma é madura e acredito que serão ótimos condutores. Com o passar do tempo, eles vão querer se especializar e é o tempo que vai mostrar o nicho que eles vão procurar”, disse ela.

O coordenador do Departamento de Turismo (Detur) da Prefeitura de Parauapebas, Marcos Alexandre, acompanhou o primeiro dia dos alunos no Igarapé Bahia. “Esse processo faz parte do nosso eixo de qualificação do primeiro semestre. O ideal é que a cooperativa (Cooperativa de Trabalho em Ecoturismo de Carajás - Cooperture Carajás) possa aproveitar os formandos de forma a suprir o déficit que foi identificado no setor”, frisou.

Também estavam presentes na aula inaugural o secretário adjunto de Meio Ambiente (Semma), Edmar Rodrigues, e a coordenadora do Departamento de Uso Público (Deupp/Semma), Nívia Silva. Ela deu boas-vindas aos alunos e incentivou a turma a aproveitar o momento. “A formação desses novos condutores é muito importante para Parauapebas, para o Mosaico de Carajás e região”, afirmou ela.

OS SELECIONADOS

As 30 vagas oferecidas pelo 2º Curso de Trilhas foram disputadíssimas: 206 pessoas se inscreveram para as entrevistas que selecionaram os candidatos. Houve quatro desistências e faltas, com quatro novos inscritos sendo chamados pelo Detur.

CONTEÚDO

O conteúdo programático do curso vai abordar patrimônio histórico, qualidade no atendimento ao turista, cooperativismo, ecoturismo, fauna Carajás, uso público em áreas de preservação, animais peçonhentos, técnicas de condução de trilhas, noções de sobrevivência em área de selva, condução noturna, primeiros socorros, noções de segurança no trabalho, o que é e quais são os tipos de trilhas, a importância do condutor de trilhas, principais técnicas em caminhada em grupos e empreendedorismo para turismo de trilhas.

Módulo I

Data: 14 a 19 de maio
• Local: Floresta Nacional de Carajás (Projeto Igarapé Bahia)
• Turnos: Manhã, tarde e noite
Obs: Os alunos ficarão alojados

Módulo II
• Data: 23 e 24 de maio
• Local: ICMBio
• Turnos: Manhã e tarde

Módulo III
• Data: 28 a 31 de maio
• Local: ICMBio
• Turnos: Manhã e tarde

PARCERIA

O Curso de Trilhas e Caminhadas é realizado em parceria com a Secretaria de Estado de Turismo (Setur), ICMBio, Deupp/Semma, 23º Batalhão Bombeiro Militar de Parauapebas, Cooperture Carajás e Vale.


Texto: Rayssa Pajeú
Fotos: Piedade Ferreira
Assessoria de Comunicação - Ascom | PMP

{galleryDETUR/SEGUNDOCURSOTRILHAS}{/gallery}

JIPS CHEGAM AO FINAL COM ENTREGA DE 150 TROFEUS
15 Mai 2018

 

Cerca de 1,2 mil alunos de 44 escolas públicas e particulares

participaram dos jogos estudantis

Depois de vários jogos e disputas acirradíssimas, a 20ª edição dos Jogos Interescolares de Parauapebas (Jips) chegou ao fim. O encerramento do maior evento esportivo estudantil do município foi coroado com a premiação dos atletas campeões na tarde do último sábado, 12, no Ginásio Poliesportivo.

Ao todo, foram distribuídas 980 medalhas e 150 troféus aos atletas e equipes campeãs. Karolyne Santiago dos Santos, aluna do 3º ano da Escola Estadual Marluce Massariol, faz parte da equipe que alcançou a primeira colocação no futsal feminino (categoria B).

“Ano passado nossa equipe conquistou o segundo lugar. Batalhamos para chegarmos mais longe este ano. Não tenho nem palavras para descrever a nossa alegria com a conquista do ouro. Agora, vamos representar a escola e o municipio nos Jogos Estaduais”, comemora Karolyne, para quem os jogos representa muito mais do que uma competição: é uma oportunidade de interação e desenvolvimento de várias habilidades.

A equipe de Karolyne e os demais campeões dos Jips 2018 representarão o município durante os Jogos Estudantis Paraenses (Jeps), fase regional, que já têm data marcada: de 23 a 27 deste mês, em Parauapebas.

O secretário de Educação, Raimundo Neto, assistiu parte dos jogos e participou da premiação dos atletas. Segundo ele, os Jips são um dos mais importantes eventos esportivos do município. “Esse é um evento tão importante que faz parte do nosso calendário escolar. Os jogos cumprem o papel de educar em um sentido mais amplo, ajudando no desenvolvimento de bons hábitos e contribuindo para uma vida mais saudável, além de promover a integração entre os envolvidos”.

Ainda segundo Neto, o municipio já está se organizando para sediar os Jeps. “A partir do dia 23 de maio teremos novamente uma grande festa. Em parceria com a Semel, estamos nos preparando para receber os municípios participantes”, enfatiza o gestor, mencionado o quanto a parceria Semed/Semel tem dado certo. “A Semel tem know-how para nos ajudar a realizar um evento nessa grandeza”.

O secretário de Esporte e Lazer, Laoreci Diniz, corrobora. “A parceria entre a Semed e Semel é algo que deu muito certo. Juntos levamos o esporte para toda a comunidade escolar. O esporte, além de trazer alegria, emoção, ajuda a assegurar um futuro melhor para nossos jovens”, ressalta o titular da Semel.

JIPS 2018

Em sua 20ª edição, os Jogos Interescolares de Parauapebas reuniram cerca de 1,2 mil alunos/atletas de 44 escolas do município - 32 da rede municipal, nove da rede estadual e três particulares -, nas modalidades coletivas: futsal, handbol, basquetebol e voleibol; e individuais: xadrez e tênis de mesa (nas categorias Infanto e Juvenil).

CONFIRA A LISTA DOS CAMPEÕES:


Handebol – Feminino/ Categoria A
1º lugar: E.M.E.F. Fernando Pessoa
2º lugar: Colégio Evolução

Handebol – Feminino/ Categoria B
1º lugar: E.E.E.M. Janela para o Mundo
2º lugar: E.M.E.F. Fernando Pessoa
3º lugar: E.E.E.M. Eduardo Angelim

Handebol – Masculino/ Categoria A
1º lugar: E.M.E.F. Fernando Pessoa
2º lugar: E.M.E.F. Luís Magno
3º lugar: E.M.E.F. Cecília Meireles

Handebol – Masculino/ Categoria B
1º lugar: E.E.E.M. Janela para o Mundo
2º lugar: E.M.E.F. Fernando Pessoa
3º lugar: E.M.E.F. Luís Magno

Futsal – Feminino/ Categoria A
1º lugar: E.M.E.F. Jean Piaget
2º lugar: E.M.E.F. Mário Lago
3º lugar: E.M.E.F. Antônio Matos Filho

Futsal – Feminino/ Categoria B
1º lugar: E.E.E.M. Marluce Massariol
2º lugar: E.E.E.M. Euclydes Figueiredo
3º lugar: E.M.E.F. Eunice Moreira

Futsal – Masculino/ Categoria A
1º lugar: E.M.E.F. Eduardo Angelim
2º lugar: E.M.E.F. Chico Mendes
3º lugar: E.M.E.F. Plácido de Castro

Futsal – Masculino/ Categoria B
1º lugar: E.E.E.M. Eduardo Angelim
2º lugar: E.E.E.M. Euclydes Figueiredo
3º lugar: E.E.E.M. João Prudêncio de Brito

Basquetebol – Masculino/ Categoria A
1º lugar: E.M.E.F. Josias Leão
2º lugar: Colégio Sophos

Basquetebol – Masculino/ Categoria B
1º lugar: Colégio Conexão
2º lugar: E.M.E.F. Josias Leão
3º lugar: Colégio Sophos

Voleibol – Masculino/ Categoria B
1º lugar: E.E.E.M. Marluce Massariol
2º lugar: E.E.E.M. Euclydes Figueiredo
3º lugar: Colégio Conexão

Tênis de Mesa – Masculino/ Categoria B
1º lugar: Jorge Lucas Santiago Lopes – Colégio Sophos
2º lugar: Laum Amaral Lima – E.M.E.F. Carlos Drummond de Andrade

Xadrez – Masculino/ Categoria A
1º lugar: Hugo Silva Santos – E.M.E.F. Chico Mendes
2º lugar: Kevin dos Santos Silva – E.M.E.F. Eurides Santana
3º lugar: Vinicius Viana Gonçalves – Colégio Sophos

Xadrez – Masculino/ Categoria B
1º lugar: Laucidio Bonfim Leal – Colégio Sophos
2º lugar: Diogo da Silva Alvino – Colégio Sophos
3º lugar: Matheus Inácio Oliveira – E.M.E.F. Eunice Moreira

 

 

Texto: Messania Cardoso | Semed
Fotos: Bruno Cecim e Messania Cardoso
Assessoria de Comunicação - Ascom | PMP

DUAS MIL FAMÍLIAS COMEMORAM ANÚNCIO DE LOTES URBANIZADOS DURANTE ANIVERSÁRIO DA CIDADE
14 Mai 2018

 

Outros projetos habitacionais já estão tramitando no Ministério das Cidades e deverão ser anunciados em breve pelo governo municipal

“Lar da Nossa Gente” é o nome do novo projeto habitacional de interesse social anunciado na última quinta-feira, 10, pela Prefeitura de Parauapebas para beneficiar duas mil famílias de menor renda do município. “Este é um presente para nossa gente e principalmente um presente para pessoas que realmente precisam”, enfatizou o prefeito Darci Lermen ao citar as áreas habitadas atualmente por famílias pré-selecionadas para o projeto.

Em consenso com associações de moradores, com o Conselho Municipal de Habitação e outras entidades, o governo municipal, com o trabalho encabeçado pela Secretaria de Habitação (Sehab), anunciou que os beneficiários são provenientes de áreas de risco, como as palafitas do bairro Primavera, área ocupada no bairro Nova Vida, bairro Ipiranga e ocupação do Linhão, esta última localizada no bairro Tropical.

Para os moradores da ocupação do Linhão, o anúncio já havia sido feito em março de 2017 e, na ocasião, o governo municipal garantiu que daria início ao projeto, o que foi concretizado após passar por todos os trâmites necessários, incluindo aprovação na Câmara Municipal.

ÂNSIA E FELICIDADE

O anúncio realizado no dia em que o município de Parauapebas completou 30 anos de emancipação política deixou a Praça de Eventos lotada de famílias que esperavam ansiosamente pela lista dos pré-selecionados e comemoram com a confirmação do benefício.

Raimunda da Silva, 72 anos, moradora do bairro Tropical, não escondeu a emoção de estar entre os beneficiários: “Não tenho casa e não tenho como comprar. E ganhar uma casa me deixou feliz, muito feliz”, disse a dona de casa.

Outra beneficiária, Janice Alves, 29 anos, mesmo com a filha de apenas 17 dias de nascida, não deixou de comparecer ao anúncio. A moradora do bairro Ipiranga também saiu satisfeita: “Estou muito feliz! Consegui meu lar depois de algum tempo esperando, valeu muito a pena”, afirmou ela.

Durante a cerimônia, 30 famílias receberam certificados simbólicos, enquanto que os demais beneficiários acompanharam a leitura e divulgação de seus nomes no telão.

HABITAÇÃO DIGNA

Os lotes serão doados em área urbanizada com pavimentação asfáltica, iluminação pública, saneamento básico e água encanada. Os beneficiários serão contemplados ainda com o apoio do kit construção. A verba será uma ajuda para as famílias que devem em breve participar do sorteio dos lotes e em seguida da entrega das unidades.

Segundo o prefeito Darci Lermen, outros projetos habitacionais para Parauapebas já tramitam no Ministério das Cidades. Além disso, está prevista ainda para este primeiro semestre a entrega de 1.392 apartamentos da fase ll do Residencial Alto Bonito, além das 1.194 unidades no Residencial Novas Carajás lX, iniciativa do governo federal por meio do programa Minha Casa Minha Vida, que deverá ser concluído com a retomada das obras após a selagem das unidades realizada pela Sehab este mês.

A Prefeitura de Parauapebas está fazendo um grandioso esforço para contemplar ainda este ano o maior número possível de famílias com projetos habitacionais de interesse social e, ao mesmo tempo, criar novos postos de trabalho ao aproveitar a mão de obra local para a construção civil.

 

Texto: Jéssica Diniz
Fotos: Helder Messiahs
Assessoria de Comunicação - Ascom | PMP

LANÇADA PEDRA FUNDAMENTAL DO CENTRO DE GESTÃO AMBIENTAL
14 Mai 2018

 

Construção do CGA está prevista para este ano e vai reunir em um único espaço órgãos ambientais do município, Estado e União 

Na última quarta-feira, 9, foi realizado o lançamento da pedra fundamental do Centro de Gestão Ambiental (CGA), na rua Juruna, no Parque dos Carajás I. A obra é mais uma compensação dos impactos gerados pela implantação do Ramal Ferroviário S11D.

Devido ao processo de licenciamento ambiental, ficou estabelecida no plano básico ambiental a criação de programas de fortalecimento institucional, de mobilidade e inserção urbana do município de Parauapebas, entre os quais a implantação do CGA, cuja construção está prevista para este ano.

“Para nós, essas contrapartidas são muito importantes e efetivamente a criação do centro dará mais um passo no desenvolvimento da gestão municipal. São contrapartidas que foram combinadas e estão acontecendo”, apontou Plínio Tocchetto, gerente executivo de projetos da Vale.

Técnicos da Prefeitura de Parauapebas e da mineradora Vale formaram um grupo de trabalho, que teve a missão de analisar de forma minuciosa a proposta de implantação do CGA. O centro foi pensado para abrigar vários órgãos ligados ao meio ambiente, como a Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semma), Conselho Municipal de Meio Ambiente, Delegacia do Meio Ambiente e um posto avançado da Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade.

“A ideia é garantir que município, Estado e união estejam juntos em um único espaço. E claro que vamos trabalhar para tornar isso realidade já que a instalação de demais órgãos depende dos mesmos. Mas, estamos trabalhando incansavelmente para melhorar a vida do cidadão para que ele não precise ir a Marabá ou Belém para ter acesso aos serviços ligados ao meio ambiente”, declarou Dion Leno, titular da Semma.

O prédio do CGA terá 1,1 mil metros quadrados, com capacidade de ampliação vertical e uma estrutura sustentável com reaproveitamento de água e energia fotovoltaica para iluminação de fora, por exemplo.

“O CGA será deverá concentrar as principais ações em torno do meio ambiente de onde sairão iniciativas que vão tornar nosso município mais sustentável. Esperamos que as pessoas conheçam seus direitos e seus deveres com responsabilidade com o meio ambiente, pois temos que encarar essa questão com muita responsabilidade”, conclamou o prefeito Darci Lermen.

Texto: Anne Costa
Fotos: Bruno Cecim
Assessoria de Comunicação - Ascom | PMP

 

PROFISSIONAIS DA SAÚDE PÚBLICA DEBATEM SOBRE SUICÍDIO
14 Mai 2018

Os dados são de 2017, do Ministério da Saúde, e são bem preocupantes: entre 2011 e 2015 o número de suicídios cresceu 12% em todo o Brasil, principalmente entre jovens com idade entre 15 e 29 anos. São 11 mil mortes, em média, por ano. É a quarta maior causa de morte no País, com Parauapebas na rota desse índice. E o que fazer diante dessa situação? Como evitar que as pessoas tirem a própria vida?

O problema foi colocado em debate pela Diretoria de Planejamento e Gestão e da Rede de Atenção Psicossocial da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), numa reunião com profissionais da rede pública de saúde, na última quarta-feira, 9, no Centro Universitário de Parauapebas (Ceup), e que contou com a participação do padre Hudson Rodrigues.

O assunto é extremamente delicado por ser estigmatizado pela sociedade, observou o supervisor da Rede de Atenção Psicossocial, Wagner Caldeira. “Mas, nós como profissionais da rede púbica de saúde, temos que quebrar esse estigma acerca desse assunto. Por isso, estamos elaborando um plano de prevenção e cuidado da pessoa que tenha casos de suicídio em sua rede de apoio e família”, disse ele.

O plano ao qual Wagner Caldeira se refere seguirá o Plano Nacional de Prevenção do Suicídio, que o Ministério da Saúde pretende lançar até 2020 com três eixos: vigilância e qualificação da informação, que irá levantar informações sobre o quadro de suicídios no Brasil; prevenção do suicídio, para que a Imprensa trabalhe o suicídio de forma correta, sem o frequente sensacionalismo; e elaboração de um plano de gestão e cuidado, que vai qualificar profissionais da saúde na prevenção do suicídio.

Psicóloga no Centro de Referência em Assistência Social (Cras), Janaína Gonçalves revela que acompanha diariamente situações de tentativas de homicídios em Parauapebas. “Pra mim, participar desse debate está sendo uma forma de buscar apoio em todos os sentidos pra poder oferecer uma ajuda especializada pra essas pessoas que vão até a mim buscando, perguntando, pedindo socorro”, diz a psicóloga.

Os pedidos de ajuda também chegam às igrejas. “A questão do suicídio é algo que nos preocupa muito. Precisamos somar força com os profissionais da rede pública de saúde, com os familiares e até mesmo com a própria igreja, para que possamos estar atentos a esses jovens que tentam tirar, eliminar suas próprias vidas”, diz o padre Hudson Rodrigues.


Texto: Janaina Ravanelli | Semsa
Fotos: Luciano Silva | Semsa
Assessoria de Comunicação - Ascom | PMP

FEIRA AMAZÔNICA DE ARTE E CULTURA MOVIMENTA CENTER CIDADE NOVA
12 Mai 2018

 

Exposição para vendas vai até 22h e se mostra um diferencial para presentes e decoração de casa

Até o dia 30 deste mês, a população de Parauapebas pode prestigiar a IV Feira Amazônica de Arte e Cultura, exposta no Center Cidade Nova das 10 às 22 horas, inclusive aos sábados, numa iniciativa do Grupo Ypê de Artesanato com total apoio do governo municipal por meio das secretarias de Desenvolvimento (Seden), da Mulher (Semmu), da Cultura (Secult) e do Departamento de Turismo (Detur).

Na feira, belas peças de artesanato produzidas pelos artesãos locais e que se apresentam como excelente opção de presente. Pneus se transformam em peças decorativas que mais parecem vasos de madeira. Lustres em PVC decoram bem qualquer ambiente. Semijoias, caprichosamente trabalhadas em designe bem paraense, atraem olhares principalmente femininos bem como as bijouterias.

Os moveis de madeira são para a vida toda, coisa para quem admira o rústico. Crochê, bonecas, caixinhas de madeira, quadros e muitas outras peças artesanais compõem a feira, que reúne trabalho de 15 artesãos. Até o final do mês serão 25 expositores, informa Rejane Souza, coordenadora do Grupo Ypê.

O Grupo Mulheres de Barro está na feira com o Cenário Educação Patrimonial. Também constam na programação desfile de moda e uma oficina de artesanato, com data ainda a ser divulgada.

A feira tem movimentado o segundo piso do Center Cidade Nova. “Nós temos uma clientela fiel, mas tem muita gente que vem conhecer os nossos trabalhos. Já no segundo dia de feira o movimento cresceu bastante”, conta Rejane Souza, acrescentando que em novembro do ano passado, por ocasião da III Feira Amazônica, o faturamento total dos artesãos chegou a R$ 25 mil em apenas 15 dias.

A dona de casa Celene Costa atesta. “A feira é ótima pra gente encontrar bons presentes e pra comprar peças decorativas pra nossa casa. É muito legal porque tem coisas diferentes”. Nos finais de semana, fica ainda melhor porque tem apresentação do grupo Xuatê Carajás, que deixa o ambiente mais alegre.

FEIRA PERMANENTE

O coordenador de Empreendedorismo da Seden, Roberto Rivelino, informa que o governo vai criar uma feira de artesanato permanente, com barracas padronizadas e toda estrutura necessária para os feirantes trabalharem. A princípio, será na Praça dos Metais. “Nós estamos levando engenheiros na praça para eles analisarem o local. A partir daí, vamos concluir o projeto e apresentá-lo ao prefeito Darci”, adianta Rivelino.

Caberá ao prefeito manter a íntegra do projeto ou promover alguma alteração. Depois disso, a matéria será encaminhada à apreciação pela Câmara de Vereadores. Roberto Rivelino acredita que não haverá qualquer problema para aprovação da feira permanente, que será um incentivo a mais para a cultura de Parauapebas. “Nossa cultura é maravilhosa e temos que incentivá-la”, defende o coordenador de Empreendedorismo.

 

Texto: Hanny Amoras
Fotos: Piedade Ferreira
Assessoria de Comunicação - Ascom | PMP


MAIS DE 11 MIL PESSOAS JÁ FORAM VACINADAS CONTRA A GRIPE EM PARAUAPEBAS
12 Mai 2018


Município recebeu 37 mil doses do Ministério da Saúde para a campanha, que segue até 1º de junho deste ano

Até o dia 9 deste mês, mais de 11 mil pessoas já haviam sido imunizadas em Parauapebas contra a gripe influenza. O Dia D foi no dia 5 deste mês, numa ação promovida pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), por meio da Diretoria de Vigilância em Saúde e da Coordenação de Imunização.

A diretora de Vigilância em Saúde, Michele Ferreira, informou a importância do Dia D de Vacinação contra a Gripe Influenza destinada aos grupos prioritários. “Essa data de vacinação vem pra reforçar a imunização do nosso público-alvo. Sendo assim, estamos contribuindo com a saúde e o bem-estar da nossa população, uma vez que somente no Dia D imunizamos mais de duas mil pessoas”, anunciou ela.

O presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de Parauapebas, Valdileno Rabelo Meireles, 64 anos, está entre as pessoas que não descuidam da saúde e entende a importância da vacinação. “Essa vacina é muito eficaz. Temos que seguir as orientações que o Ministério da Saúde e a Secretaria Municipal da Saúde nos oferecem através de aplicação de vacinas. Por isso, faço questão de tomá-la todos os anos”, ressaltou.

A vacina está disponível para toda a população até 1º de junho em diversas Unidades Básicas de Saúde (UBS) da cidade e da zona rural, como Cidade Nova, Altamira, Novo Brasil, Jardim Canadá, Liberdade I e II, Da Paz, Fortaleza, Tropical, Minérios, Guanabara, Rio Verde, Palmares I e II, Cedere I, Paulo Fonteles, APA do Gelado e Vila Sansão.

O horário de funcionamento das UBS é das 7h30 às 11h30 e das 13h30 às 17h30.

NÚMERO DE DOSES

Para combater os vírus H1N1, H3N2 e Influenza B, o Ministério da Saúde enviou 37 mil doses da vacina contra a gripe para o município de Parauapebas, por meio do Programa Nacional de Imunizações (PNI).

Michele Ferreira explica que o período de imunidade conferido à população que recebe a vacina é de um ano e que a preocupação maior com o público-alvo não é por acaso: “Muito se questiona sobre o público-alvo, mas essa atenção especial deve-se à propensão maior dessas pessoas contraírem a doença, pois são pacientes com imunidade baixa com mais frequência”.

Em Parauapebas, apenas em 2016 foram diagnosticados oito casos da doença, segundo a Semsa, não sendo constatado mais nenhum caso desde então.


Texto: Janaina Ravanelli | Semsa e Jéssica Diniz | Ascom
Foto: Arquivo/Ascom
Assessoria de Comunicação - Ascom | PMP

SEMSA DEDICA SÁBADOS E DOMINGOS PARA VACINAÇÃO DE PÚBLICO-ALVO CONTRA GRIPE
12 Mai 2018

Até o final deste mês, crianças, idosos, gestantes e demais pessoas da lista de prioridade do Ministério da Saúde, para a vacinação contra a gripe influenza, podem procurar os seguintes locais em Parauapebas, para se vacinar em dias de sábado e domingo: aos sábados, a Feira do Produtor (antigo CAP), na rodovia Faruk Salmen, no bairro Jardim Canadá; e aos domingos, a Feira Municipal do Rio Verde, na av. Liberdade, no bairro Rio Verde

O horário da vacinação é sempre das 8 às 12 horas. A Diretoria de Vigilância em Saúde e da Coordenação de Imunização da Secretaria Municipal da Saúde (Semsa) esclarece quem faz parte do público-alvo:


• Crianças com idade entre seis meses e 5 anos
• Indivíduos maiores de 60 anos
• Gestantes, puérperas (mães que deram à luz 45 dias após a data do parto)
• Indivíduos de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas
• População privada de liberdade e funcionários do sistema prisional
• Pessoas portadoras de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais (comorbidades)
• Professores da rede pública e privada.

Texto: Janaina Ravanelli | Semsa
Fotos: Luciano Silva | Semsa
Assessoria de Comunicação - Ascom | PMP


Página 1 de 14

ouvidoria 5

ctic

ATENÇÃO: Para uma melhor navegação utilizar google Chrome! Google Chrome logo

JoomShaper